Camaquã divulga relação de candidatos aptos ao Conselho Tutelar

Redação Online

Imagem: Ilustração

Conselho TutelarA Comissão Organizadora do COMDICA, responsável pela realização das eleições a conselheiros tutelares do município de Camaquã, divulga, com base na  Resolução nº 04/2015 de 30 de junho de 2015, dos nomes homologados e não homologados, para a escolha dos novos membros ao Conselho Tutelar.

O Edital 002/15 foi tornado público nesta terça-feira (1º) de setembro, bem como deixa registrado as informações pertinentes ao prazo legal para interposição de recursos.

Segundo a comissão, o cidadão que não teve sua inscrição homologada poderá impetrar recurso conforme item 13 do Edital 001/2015.

Os recursos poderão ser apresentados por escrito e entregues na sede do COMDICA no endereço Rua João de Oliveira nº. 55 - centro, junto à Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social nos dias 03/09/2015 e 04/09/2015, conforme o cronograma do Edital 001/2015.

O comunicado é assinado por Diele Nolasco Amaral, presidente da Comissão Organizadora do COMDICA de Camaquã.

Relação das inscrições homologadas e não homologadas.

Inscreveram-se os seguintes cidadãos:

Homologados:

  • Aline da Silva Flores
  • Andrea Lucimari Santos Alves
  • Andreia Correa Silveira
  • Andréia de Moura Neugebauer
  • Ane Elise Barcellos Bastos Miranda
  • Camila de Souza Amaral Geri
  • Carlos Tiago Serratte
  • Cristiane Ramos Farias
  • Ederson dos Santos Stimiescki
  • Felipe Pereira da Silva
  • Gilda Maria Flores Dias
  • Helena S. Trapp
  • Hilberto Huber
  • Jussara Nésia Hübner Figueiredo
  • Lausanne Amaral Souza
  • Lourdes da Silva Nunes
  • Maria de Fátima Peres
  • Marizabete Correa da Silva
  • Mônica Ribeiro Lucena
  • Solaine Uebel de Barros
  • Solange Owicki Kenne
  • Tatiane Dummer Farias
  • Valciely Alves da Silva
  • Viviane Quevedo
  • Zaida Rocha de Araujo

 Não Homologados:

 *Diéssika Pereira Rodrigues.

Motivo: não possui 21 anos completos.

  • Maria da Graça Cunha da Silva

Motivo: não apresentou comprovação obrigatória de experiência com crianças ou adolescentes pelo período de dois anos.

  • Marlene Dias Silveira

Motivo: não apresentou comprovação obrigatória de experiência com crianças ou adolescentes pelo período de dois anos.

Tags: Camaquã, Conselheiros, Conselho Tutelar, online, Tapes

Enviar comentário

voltar para Camaquã

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||