Passagens de ônibus urbanas e semi-urbanas são reajustadas

Fonte: Prefeitura de Camaquã/Ascom

Valor da passagem do transporte coletivo urbano passa para R$ 2,20 e o transporte semi-urbano para R$ 3,75 a partir desta segunda-feira

Transporte coletivo em CamaquãA partir do dia 20 de julho, o valor da passagem de ônibus urbano passará para R$ 2,20 e do transporte semi-urbano para R$ 3,75.

O aumento se deve ao pedido protocolado pelas empresas de transporte coletivo urbano e semi-urbano para reajuste junto ao Poder Executivo e encaminhado para análise por parte do Conselho Municipal de Transportes.

Em relação ao transporte coletivo urbano, o reajuste decorre da apresentação de planilha de custos por parte das empresas, cujo estudo apontou que o valor mínimo da passagem deveria ser de R$ 2,51.

Após duas reuniões do Conselho e acalorados debates acerca dos valores, houve consenso inicial no que tange a necessidade do reajuste considerando a elevação significativa das despesas de manutenção das empresas, principalmente os reajustes significativos do valor do óleo diesel e do valor de aquisição de pneus.

Entretanto, o valor apresentado pelas empresas não foi aceito, uma vez que geraria um reajuste de 25% sobre o valor atual da tarifa e viria em flagrante prejuízo aos usuários. Assim sendo, na primeira reunião realizada para discussão do tema foi sugerido pelo representante da União de Associação de Bairros, o valor de R$ 2,25, porém este valor foi contestado pelo secretário dos Transportes Clayton Dworzecki Soares, que sugeriu que o valor deveria ser de no máximo R$ 2,20, tendo prevalecido o valor de R$ 2,25, que recebeu o maior número de votos.

No entanto, a votação foi contestada, sob a alegação de que duas entidades que votaram naquela oportunidade não teriam direito a voto. Embora os votos sob suspeição não fossem alterar o resultado da votação: “O Poder Executivo optou por realizar nova reunião, uma vez que as decisões do colegiado sempre foram pautadas pela transparência e legalidade e não poderia sob hipótese alguma gerar duvida e/ou ser considerada válida após constatada a irregularidade”, afirma Dworzecki.

Portanto, uma nova reunião foi realizada, sendo colocado novamente em votação sendo que o valor aprovado pelo Conselho Municipal de Transportes foi de R$ 2,20, por ter recebido o maior número de votos. Posteriormente, a decisão do conselho, órgão consultivo, foi encaminhada para a administração para fixação do valor da tarifa.

Na tarde do dia 10 de julho, em reunião realizada na Secretaria Municipal dos Transportes, o secretário dos Transportes propôs às empresas a assinatura de um termo de cooperação para implantação de 15 novos abrigos de ônibus no município, o que foi aceito pelas empresas, que têm o prazo de seis meses para cumprimento do termo. De posse dessas informações e considerando o comprometimento firmado pelas empresas em investir no sistema de transporte coletivo urbano, o Prefeito Municipal, João Carlos Machado, ratificou a decisão do Conselho e fixou o valor da tarifa em R$ 2,20.

Por outro lado, no transporte coletivo semi-urbano (rural) o reajuste tem por base o aumento anual do valor da tarifa concedido pelo DAER, e a elevação dos custos de operação das empresas, tendo sido fixado o valor de R$ 3,75 o valor da tarifa mínima.

Prefeitura realiza 1ª Rodada de Negócios

A tarde de quarta-feira (15) foi de grande importância para as 55 empresas camaquenses que participaram da 1ª Rodada de Negócios, na ACIC. A ação foi realizada pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Serviços - SMICS em parceria com o SEBRAE, Sindilojas Costa Doce, ACIC e Sindicato Rural e contou com a presença do Banco do Brasil, Sicredi e Banrisul.Sebrae e Prefeitura

De acordo com a secretária da Indústria e Comércio, Maristela Miguellis Monteiro, o objetivo é aproximar grandes e médias empresas compradoras e pequenas empresas vendedoras, permitindo conhecer a capacidade e necessidade de ambas as partes para futura negociação de produtos e/ou serviços. 

O empresário Rodrigo Lemos Costa acredita que a ocasião foi importante para a sua empresa, uma vez que abre novas possibilidades.

“Achei muito interessante, pretendo participar da próxima Rodada”, afirma. O empresário Gabriel Rodrigues avaliou o evento como muito produtivo.

O evento vai ao encontro do plano de ação da SMICS, que visa promover a aproximação entre os empresários e fomentar o crescimento do município. “Essa aproximação é de extrema importância para as Micro e Pequenas Empresas”, afirma a responsável pela pasta, Maristela Miguellis Monteiro.

Prefeito recebe representantes do SEBRAE 

 

CamaquãO prefeito João Carlos Machado, juntamente com o secretário da Fazenda Valter Barros e a secretária de Indústria, Comércio e Serviços, Maristela Miguellis Monteiro, e a servidora Salete Beyer, receberam na terça-feira (14), o consultor do SEBRAE Fabricio Burkert e o representante do SEBRAE e REDESIM - Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios, Alexandre Carminate.

Camaquã foi umas das cidades escolhidas para desenvolver o projeto REDESIM, que tem como objetivo capacitar e orientar os gestores públicos e suas respectivas equipes de trabalho sobre os procedimentos necessários à implantação do sistema, além de simplificar, desburocratizar e integrar os procedimentos nos órgãos de administração pela abertura, alteração e baixa de pessoas jurídicas.  

“É de extrema importância a desburocratização nos procedimentos de abertura, alteração e baixa de pessoas jurídicas. O desenvolvimento do REDESIM será muito bom para os empresários camaquenses”, salienta a secretária de Indústria, Comércio e Serviços, Maristela Miguellis Monteiro.

Baterias Saraiva

 

Tags: João Carlos Machado, online, Prefeitura de Camaquã, Tapes, Transporte coletivo

Enviar comentário

voltar para Camaquã

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||