Polícia Civil faz mega operação contra jogos de azar em Camaquã

Redação Online/fotos: Polícia Civil/Camaquã

Polícia CivilNuma mega operação policial, nesta manhã de terça-feira (4), na cidade de Camaquã, os agentes da Polícia Civil, coordenados pelos delegados, Vladimir Urach, Vivian Sander Duarte, Liliane Kramm e Karoline Calegari, prenderam preventivamente, na denominada Operação Sicilia II, um homem identificado pelas iniciais M.A.S.P de 45 anos de idade.

Os agentes aprenderam em posse de M.A.S.P seis imóveis, em Camaquã, e um em Arambaré.

De acordo com o chefe da operação, o delegado Vladimir Urach, a investigação, que durou três anos, apontou a existência de quadrilha composta por mais de dez integrantes, que explorava jogos de azar, e lavava o dinheiro em imóveis na região.

“Além disso, praticaram homicídio e tentativas de homicídio, disparos de arma de fogo, ameaças, compravam testemunhas, tudo para garantir a hegemonia na cidade e região.”, cita o policial.Polícia Civil

M.A.S.P, que é apontado como o líder da organização criminosa, diz ser vendedor de automóveis.

Durante a abordagem os policiais recolheram da moradira, ainda dois veículos, uma Hyundai ix 35 mais uma Mercedez Benz ML 350.

O patrimônio sequestrado está avaliado em cerca de três milhões de reais. Participaram da ação 22 agentes e três delegados, todos da 29ª DPRI.

O inquérito policial deverá ser encaminhado ao poder judiciário nos próximos dias.

 

Tags: Camaquã, combate ao crime, Delegacia de Polícia, online, Tapes

Enviar comentário

voltar para Camaquã

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||