Projeto Verde é Vida tem etapa de classificação em Camaquã

Fonte e fotos: Mayara Farias/Gabriela Brito/Ascom/Prefeitura

Camaquã sediou no dia 16, a primeira fase da Mostra Científica Regional do projeto Verde é Vida, um programa de ação socioambiental da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), que desenvolve trabalhos e ações com escolas parceiras do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O evento marca o encerramento do 13º Ano Ambiental e o início do 14º. O município é uma das 14 Regiões de Atuação do projeto.

Na solenidade de abertura, o gerente da filial de Camaquã, Marcelo Adriano da Silva, destacou a importância de cada fazer a sua parte, fazer a diferença.

“A educação não transforma o mundo, mas muda as pessoas, que transformam o mundo. E por isso que acredito no trabalho que fazemos, tornando nossas crianças em pessoas pensantes”, destacou. Já o vice-prefeito de Camaquã, Paulo Mecca, ressaltou que “sem união não vamos a lugar algum”.

Ao falar do meio ambiente, ele disse que é preciso cuidar dele. “Acredito que a mudança cultural depende de vocês, jovens. Cuidem da água, na natureza. Está com vocês”, finalizou.

O principal objetivo da primeira fase da Mostra Científica Regional, é a escolha dos trabalhos por Região de Atuação que participarão da segunda fase que ocorrerá em novembro em Chuvisca, quando os trabalhos selecionados em junho serão reapresentados e, dentre estes, escolhida a pesquisa que irá representar a região de atuação durante a Expoagro Afubra 2016, nos dias 21, 22 e 23 de março.

Em Camaquã, foram apresentadas 24 pesquisas científicas. A avaliação foi realizada por alunos e professores presentes, além da equipe do Verde é Vida e de convidados. Após as avaliações, classificaram-se para a próxima etapa, os seguintes trabalhos: Plantas Medicinais e Formigas cortadeiras e sua má fama,ambos da escola Alfredo Jacobsen, de Camaquã; Horta escolar: cultura protegida e irrigação por gotejamento, da escola Padre Vieira, de Dom Feliciano; Preservação dos liquens: proteção do ar, da escola Santa Luzia, de Chuvisca; Doenças causadas pelo solo contaminado, da escola Catulino Pereira da Rosa, de Dom Feliciano.

Ao fim do dia, também foi entregue a Revista Verde é Vida 2015 e condecorados os Grupos Ambientais que desenvolveram trabalhos e ações nas escolas e comunidades. Outro momento esperado é a entrega dos cheques do Bolsa de Sementes. As escolas que coletaram e entregaram sementes para a Afubra recebem um bônus, que pode ser trocado por mercadorias nas filiais da Agro-Comercial Afubra.

Grupos Condecorados

GA Aventureiros da Natureza e GA Amigos da Natureza, da escola Otto Laufer, de Camaquã; GA Coração Verde, da escola Catulino Pereira da Rosa, de Dom Feliciano; GA Guardiões da Natureza, da escola Padre Constantino, de Dom Feliciano; GA Guerreiros do Verde, da escola Santa Terezinha, de Dom Feliciano; GA Vivendo a Natureza e Protegendo o Meio Ambiente, da escola São João Batista, de Dom Feliciano.

Baterias Saraiva

Tags: Camaquã, Meio Ambiente, online, Projeto Verde é Vida, Tapes

Enviar comentário

voltar para Camaquã

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||