Polícia Civil de Tapes prende, preventivamente, principal acusado da morte de Isis, em 2016

Crime de execução aconteceu no Centro da cidade há mais de um ano

Redação Online/foto: Polícia Civil/colaboração

polícia

Agentes da Polícia Civil de Tapes efetuaram a prisão, preventivamente, nesta tarde de sexta-feira, às 15h30, de um importante homem envolvido num homicídio, praticado em (11) de dezembro de 2016, precisamente, contra Isis Martins Fernandes de 33 anos, morta a tiros, no Centro de Tapes.

Segundo a Polícia Civil, o preso, Patrik Jesse Klein Glavan de 34 anos, estava em sua residência, na Rua José Corrêa Brito, próximo à Vila Maria, na saída de Tapes, quando a polícia cumpriu o mandado judicial.

A prisão relata a polícia, é fruto das investigações a respeito desta execução.

De acordo com a delegada de Tapes, Fabiane Bittencourt, já havia fortes indícios sobre este indivíduo preso nesta tarde.

A Polícia confirma que a morte de Isis e posterior de outras pessoas, foi resultado da disputa de pontos de tráfico de drogas na região.

“A prisão de Patrik foi extremamente importante para Tapes, pois representa a realização da justiça não somente pela morte de Isis, mas de diversas outras pessoas que foram executadas como consequência desse crime”, afirma a delegada Fabiane.

O inquérito policial que apurou o caso foi remetido ao Poder Judiciário em dezembro de 2017, e foi fruto do esforço da P.C de Tapes em concluir todos os procedimentos de homicídio que se encontrava em andamento na delegacia, conclui a policial.

O acusado deve cumprir a pena no Presídio Regional de Camaquã.

 

Tags: Delegada Fabiane Bittencourt, online, Polícia Civil, Prisão Judicial, Tapes

Enviar comentário

voltar para Coluna Vc Réporter

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||