Polícia Civil desvenda mistério de atropelamento de mãe e filha indígenas na Barra

Fonte: Polícia Civil e foto: PRF

prfA 29ª DPRI/DP Barra do Ribeiro comunica que esclareceu o homicídio culposo ocorrido no dia (5) de fevereiro deste ano, quando foram vítimas as indígenas Zélia Garai Fernandes, 21 anos, e a filha, Alessandra Garai Fernandes, 9 anos.

A informação inicial que um veículo prata atropelou as vítimas e fugiu em direção à Barra do Ribeiro foram os primeiros passos da investigação.

No local ficaram partes do veículo que atropelou mãe e filha. Por ocasião dos indícios, a PC realizou diligências e localizou uma testemunha que viu uma EcoSport prata, com avarias na dianteira, entrando em alta velocidade no município, deixando um tripulante em uma residência.

Após inúmeras diligências a PC localizou o veículo EcoSport prata pertencente ao suspeito E.A.B.V..

barra

O veículo apresentava indícios de ter sido consertado recentemente, o que motivou perícia veicular que confirmou que aquele veículo sofreu avarias e foi consertado.

Ainda restou ser apurado que as partes do veículo encontradas no local do atropelamento seriam de um veículo da mesma marca e modelo deste localizado e em posse deste suspeito.

Diante dos fatos, E.A.B.V. foi indiciado por homicídio culposo, com agravante da omissão de socorro, e fuga do local do acidente.

barra

Tags: ìndigenas, Barra do Ribeiro, online, PRF, Tapes

Enviar comentário

voltar para Coluna Vc Réporter

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||