Brasil de Pelotas supera São José nos pênaltis e está na final do Gauchão

Publicado por bira costa em 29/03/2018 às 09h51

Fonte: Correio do Povo/foto: Jonathan Silva

Zequinha arrancou na frente, mas voltou a sofrer empate em 1 a 1 no Bento Freitas

brasilO Brasil de Pelotas sofreu, encarou um combativo São José, mas conseguiu um lugar na final do Gauchão.

Nesta quarta-feira, saiu atrás do placar, empatou em 1 a 1 com dificuldade e só conseguiu confirmar a vaga na decisão nas penalidades máximas.

Aí sim, com ajuda da trave e de uma defesa de Marcelo Pitol, superou o Zequinha por 4 a 2 nos pênaltis.

A semifinal mais disputada do Gauchão manteve seu forte equilíbrio na noite desta quarta-feira.

O São José não se encolheu diante da torcida do Brasil de Pelotas e saiu na frente do placar. Mas o Xavante pressionou até igualar e tudo acabou decidido nos pênaltis.

O Brasil tinha a vantagem do empate em 0 a 0, mas não conseguiu controlar o placar ou se impor plenamento na etapa inicial.

Aos 10 minutos, Rafinha fez Marcelo Pitol trabalhar e, aos 18, uma pane da zaga xavante deu a chance que o Zequinha queria. Valdemir errou passe e Clayton fez a interceptação.

O atacante ganhou na corrida da defesa e desviou do goleiro para correr para o abraço do 1 a 0.

A partir daí, pressão do time de Pelotas. Mossoró perdeu chance com chute fraco aos 27 minutos. Antes do intervalo, Héverton subiu mais que todo mundo na área, mas cabeceou para fora.

No retorno, Lourency tentou surpreender e mandou belo chute de fora da área, mas o goleiro Fábio apenas acompanhou com o golpe de vista. Lourency perdeu mais uma oportunidade aos 18, chutando rente à trave.

Mas o empate veio, curiosamente também aos 18 minutos e com o insistente Lourency. Alisson Farias bateu em cima da marcação e Lourency aproveitou o rebote para igualar.

O São José ainda tentou avançar direto com Rafinha, mas Pitol fez boa defesa aos 22 minutos para manter o 1 a 1. A partida foi até os 50 minutos com acréscimos, mas era semifinal destinada às penalidades.

O goleiro Fábio deu confiança ao São José na primeira cobrança, confirmando com categoria. Ednei empatou para os donos da casa e, aí, Rafinha caprichou demais na cobrança.

Tentou colocar no canto extremo do gol, mas carimbou a trave. Lourency confirmou e deixou o Xavante na frente. Veio uma sequência de quatro cobranças com gols de João Pedro, Matheus Lima, Éverton Alemão e Alisson Farias. Mas na derradeira batida, Pitol pulou certeiro no chute de Porcellis e agarrou o lugar na final.

Categoria: Estadual
Tags: Brasil de Pelotas, Gauchão, Grêmio, online, Tapes

Enviar comentário

voltar para Esporte

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||