Derrota para o Novo Hamburgo serve como lição para o Inter, avalia Melo

Publicado por bira costa em 28/03/2019 às 10h50

Correio do Povo/foto: Ricardo Duarte/CP

Vice de futebol do clube diz que partida traz reflexão sobre como encarar jogos com vantagem

interA derrota para o Novo Hamburgo na noite de quarta, no Beira Rio, não tirou o Inter da semifinal do Gauchão por causa da vantagem construída na primeira partida, quando venceu o adversário por 2 a 0.

Para o vice-presidente de futebol do clube, Roberto Melo, o resultado negativo traz ensinamentos para a equipe.

“A gente se encontrava em uma situação de certa forma tranquila, mas isso não existe no futebol.

É sempre uma caixinha de surpresas e a gente sabia que eles viriam sem responsabilidade, sem compromisso, porque não corriam nenhum risco.

Por isso, serve de lição sobre a maneira de encarar esses jogos, porque em segundos de desatenção, de vacilo, todo trabalho pode ser jogado fora”, afirmou.

Contudo, de acordo com o dirigente, o revés não liga um sinal de alerta. “Para os próximos jogos temos que nos concentrar um pouquinho mais desde o início do jogo para que não sejamos surpreendidos.

Vamos para uma semifinal de campeonato e um jogo fundamental de Libertadores ali na frente. São partidas importantes, porque o Gauchão é um objetivo nosso”, destacou. Melo também afirmou que o placar não muda a programação da direção.

“Temos desde o início do ano um planejamento de o todo grupo jogar. Nossa classificação se garantiu no primeiro confronto, quando muitos dos que atuaram não estavam. Vamos continuar fazendo isso”, disse, completando que é "humanamente impossível fazer maratona de partidas com os mesmos atletas".

Nico López em ascensão

Um dos destaques da partida pelo Inter foi atacante Nico López, que, mesmo não apresentando o alto nível mostrado em outras oportunidades, mantendo uma regularidade, “Foi feito nele um grande investimento, um dos maiores do clube.

Desde que assumimos em 2017 fizemos o planejamento ‘Nico López’, trabalhamos diversas áreas para desenvolver o atleta e acho que tivemos muito sucesso nisso.

O Odair foi peça fundamental, porque sempre acreditou e apostou nele. É um jogador que pode crescer mais ainda e ele, como objetivo pessoal, tem de chegar na seleção do seu país e trabalha para isso”, analisou.

Melo destacou que o uruguaio “vem evoluindo e está sendo decisivo”. “O futuro é natural, tanto dentro do clube quanto questão de seleção. A cabeça dele está focada aqui e ele tem falado que quer fazer uma grande Libertadores e estamos trabalhando para que ele possa atuar”, disse.

O dirigente também que o processo de renovação com o jogador está sendo tratado internamente. “Tenho certeza de que vamos evoluir, porque o Nico está bem feliz aqui no Inter e nós também”, resumiu.

"Todo cuidado e paciência" com garotos da base

Para o vice de futebol, é compreensível que atletas mais novos, como os meias Nonato e Sarrafiore, apresentem variações de desempenhos. Não se trata, conforme ele, de um problema, mas de um processo natural de transição da base para a equipe adulta.

“Essas oscilações são normais, são jovens que estão recebendo as primeiras oportunidades em um time grande. Temos que ter todo cuidado e paciência com eles. É difícil querer que o atleta entre e tenha sempre uma sequência de grandes jogos", argumentou.

Categoria: Inter
Tags: Gauchão, Internacional, Odair Hellmann, online, Tapes

Enviar comentário

voltar para Esporte

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||