Cavalo atropelado sofre fratura e não tem atendimento público na área, em Tapes

Animal corre risco de ser sacrificado nas próximas horas

Redação Online/fotos: Bombeiros Voluntários de Tapes

ACIDENTE COM CAVALOUm cavalo foi atropelado na noite de sábado (24), na Raia Pires, interior de Tapes por um veículo não identificado, em via pública, e teve a pata dianteira esquerda fraturada.

Diante do incidente, o animal sem um dono que reivindicasse a posse do equino, ficou à mercê da própria sorte e da atenção de poucas pessoas, que tentaram achar uma forma de socorrê-lo.

Dentre as autoridades acionadas para ajudar o animal esteve o Corpo de Bombeiros Voluntários de Tapes (CBVT).

Segundo o comandante da corporação, Alessandro Vasque, várias autoridades de Tapes foram chamadas neste domingo (25), para buscar uma solução emergencial, sem sucesso, dentre estas a Brigada Militar, Departamento Municipal do Meio Ambiente (DMA), via um veterinário contratado pela Prefeitura de Tapes, médicos veterinários particulares, até mesmo a Polícia Civil.

Uma médica veterinária, que não quis se identificar, atendeu a solicitação, todavia, sem muitos o quê fazer, em face da demanda ser de responsabilidade do Poder Público, deixou algumas orientações ao CBVT.

O bombeiro Vasque disse que fez inúmeras ligações a todos as pessoas que pudessem ajudar no caso, sem mais êxito. Considerou o acidente com o animal muito grave e que teme pela vida do equino, pois se não for resolvido, o sacrifício seria inevitável nas próximas horas, “(...) é complicada a coisa e pedi para os moradores retirar o animal da via pública e colocá-lo num local, num campo. Fiquei de mãos atadas; pedi ajuda pra todo mundo, mas ninguém pode”, ressaltou.

Em contato com a delegada de Polícia de Tapes, Fabiane Bittencourt, foi informado que a policial, além de ter ficada indignada com o caso, deverá providenciar uma reunião com pessoas ligadas a este setor, nesta semana.

Ela considera que casos assim podem ser enquadrados como ação criminal. Avaliou que uma falta de comunicação pode ter sido um obstáculo na resolução do caso.ACIDENTE COM CAVALO

“É um caso grave e alguém tem de ser responsável numa situação como esta, tem de se ter contatos, tem de se ter ciência em quem mobilizar”, revelou a policial.

Ela recebeu a promessa de uma pessoa ligada ao DMA que, nesta segunda-feira (26), medidas seriam tomadas a respeito, por fim, de que ficará monitorando os desdobramentos de perto.

“Se isso não se resolver, pode gerar uma responsabilidade criminal, sim, é uma situação de maus tratos ao animal, como um acidente”, acrescentou.

O Portal Online Comunicação e Jornalismo ainda buscou no final da noite deste domingo (25), saber com os bombeiros, mais uma vez, sobre a situação deste cavalo e, ficou da promessa do DMA em atender o caso e tomar medidas pertinentes, talvez, tarde demais.

Entretanto, em razão da urgência, existe a possibilidade, por parte da intervenção desta médica veterinária, com um colega da área, desse animal ser removido nesta segunda-feira ainda, para o Hospital Veterinário da UFRGS que cuida de casos assim, em ser operado e tentar colocar uma prótese, pelo menos, evitando o sacrifício. Caberá ao Poder Público Municipal remover o animal.

 

Tags: Cavalo sofre lesão, Delegada Fabiane Bittencourt, Médico veterinário, online, Tapes

Enviar comentário

voltar para Estado

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||