Cães atacam aposentada durante caminhada próximo à praia em Tapes

Publicado por bira costa em 08/10/2017 às 18h04

Mulher estava com uma neta quando cerca de três animais avançaram e um deles mordeu com gravidade a perna da aposentada

Redação Online/fotos: Fabi Meireles/colaboração

ataque de cães

Na manhã deste domingo (8), em torno das 9h30, uma senhora aposentada de 71 anos e sua neta de 16 anos praticavam a habitual caminhada, pelo balneário Rebelo, próximo à Sede Social da AABB, com Praia do “U”, quando foram atacadas por cerca de três bravos cães.

Dois deles foram incisivos, mesmo com a tentativa de espantá-los aos gritos, as mulheres foram atacadas, na região das pernas.

Segundo a filha desta senhora, os animais teriam aparecido repentinamente, e, vieram em direção as duas mulheres.

“Minha mãe se assustou e quis sair correndo, foi daí que eles morderam”, relata Fabi Meireles, ao Portal Online Comunicação e Jornalismo.

A aposentada somente não caiu, pois buscou se segurar na neta. “Ela espantou os cães, porque atinou a gritar com eles”, cita a filha.

O incidente resultou, todavia, numa grave mordida na perna esquerda, na panturrilha, com um corte bastante delicado, na musculatura do membro.

A desportista confessou que os mesmos animais já havia lhe atacado enquanto fazia seu cotidiano treino, no passado.

“Passava caminhando por lá e eles vieram do nada. Eu ainda quis fazer carinho, mas quase fui mordida, pensei em gritar, mas daí, se afastaram, foi um pânico só”, testemunha Meireles.

Após o incidente desta manhã, Fabi Meireles contou que sua mãe foi atendida no Hospital Nossa Senhora do Carmo, onde foi medicada e recebeu curativo e dois pontos no local mordido.

A receita prescrita pelo médico ultrapassou a quantia dos R$ 100,00, em remédios antibióticos e para a dor.

cães

Nas redes sociais ela revelou o fato e ganhou dezena de apoios.

De acordo com Meireles, os animais têm donos, mas estão à mercê da própria sorte.

Os relatos no seu post resgatam que outras pessoas já teriam sofrido com o mesmo problema, se sentindo incomodadas.

A filha da aposentada disse que mencionou com a família em procurar a responsabilidade pelo incidente, porém, como não há uma política pública definida no Poder Público local a respeito dos animais de rua, decidiu manter mesmo o relato a fim de alertar demais pessoas do risco com que correm neste local.

cães

Categoria: Comunidade
Tags: Animais de rua, ataque a aposentada, online, Sanidade Animal, Tapes

Comentários

Elisabeth Amaral em 08/10/2017 20:03:06
Por isso eu digo na rua é lugar de carro e pessoas , dentro do patio , criancas e animais e se forem brabos na corrente , tenho um mestiço chau chau com viralatinha , porte grande , um poodle e um pincher fiz canil ai tem quem ache que devia deixar meu chau chau solto , não deixo ,pois quem da boia e cuida deles , sou eu, ai ta a prova olha essa pobre senhora , fazendo sua caminhada e foi agredida por cachorros e cade o dono deles ai não é de ningyem
Pedro Regis Lima em 08/10/2017 18:43:14
Exitem politicas publicas serias com contrile de zoonose em alguns municipios, mas temos que ter seriedade nesse trato.
Obs: ao você alimentar o animal dimestico de rua, voce esta incentivado a territoriedalide de animal dimestico de rua.
Pedro Regis Lima em 08/10/2017 18:41:31
Exitem politicas publicas serias com contrile de zoonose em alguns municipios, mas temos que ter seriedade nesse trato.
Obs: ao você alimentar o animal dimestico de rua, voce esta incentivado a territoriedalide de animal dimestico de rua.

Enviar comentário

voltar para Notícias

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||