Das cinco escolas estaduais de Tapes, apenas a Patrício Vieira Rodrigues confirma adesão à greve do magistério

Publicado por bira costa em 05/09/2017 às 17h28

CPERGS fez assembleia nesta terça-feira e determinou o protesto devido o parcelamento de salários

Redação Online/foto: Bira Costa

escola patrícioDas cinco escolas da rede pública estadual em Tapes, apenas o Instituto Estadual de Educação Coronel Patrício Vieira Rodrigues confirmou que 97% do quadro de professores e servidores irão aderir a mais uma greve do magistério, decidida em assembleia ordinária na tarde desta terça-feira (5), na Capital.

O Portal Online Comunicações e Jornalismo apurou com as respectivas escolas o panorama a respeito da decisão do CPERGS/Sindicato, nesta tarde, o qual protesta contra o governo do Estado por mais um parcelamento de salários, no começo deste mês de R$ 350,00 e do 13º salário, afora a retirada de projetos em tramitação na Assembleia Legislativa, entre eles o que altera a aposentadoria de servidores públicos, o que muda a data de pagamento e os que extinguem a licença prêmio e o adicional por tempo de serviço.

De acordo com as escolas que aderiram à paralisação do magistério, o retorno às aulas está vinculado ao pagamento, até o dia (13) deste mês da última parte do parcelamento.

Veja como ficou cada caso em Tapes:

*Escola Patrício – 97% do quadro de professores e servidores, cerca de 100 pessoas aderiu à greve. A escola informou ainda através de sua direção que há três professores indecisos, um que ministra disciplinas do Técnico, outro da Educação Física e um do 1º Ano Infantil, mais quatro servidores indecisos;

*Nossa Senhora do Carmo – a escola informou que não houve decisão ainda a respeito da greve. Nesta terça-feira a escola não abriu. A escola tem entre professores e servidores cerca de 47 pessoas. A decisão quanto à greve poderá ser tomada nesta semana ainda;

*Vicentina de Souza Bastos – são cerca de 11 professores e servidores atuando na escola. De acordo com a direção, não houve decisão em paralisar as aulas, e, que a decisão será um critério de cada um;

*Miguel Nunes Rebello – não foi tomada decisão de aderir à greve. Provavelmente, nesta quarta-feira (6), saia alguma decisão. A escola ministrou aula normalmente nesta terça-feira;

*CIEP – A direção afirmou que não vai paralisar para a greve. São cerca de 36 professores e servidores, e, que nenhum docente até o momento se posicionou a respeito. A escola segue normalmente com suas atividades ligadas à Semana Farroupilha.

 

Categoria: Geral
Tags: CPERGS, Escola Patrício Viera Rodrigues, Greve do Magistério, online, Tapes

Enviar comentário

voltar para Notícias

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||