Fepam aponta redução no número de pontos impróprios para banho, mas praias do Balneário em Tapes seguem inadequadas

Publicado por bira costa em 24/02/2018 às 10h48

 Texto: Maurício Tomedi/Ascom Sema/Edição: Sílvia Lago/Secom/foto: Bira Costa

praias de tapesO décimo primeiro relatório de balneabilidade da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) constatou redução na quantidade de praias impróprias no Rio Grande do Sul.

O número de pontos sem condições para banho caiu de oito para sete. Em comparação à semana passada, a Praia de Passo Real, em Dom Pedrito, e o Balneário Rainha do Sol, em Manoel Viana, tornaram-se apropriados.

O Balneário Poço das Pedras, em São Francisco de Assis, voltou a ficar inadequado para banho. Seguem impróprios a Praia Recanto das Mulatas, em Barra do Ribeiro; a Praia Carlos Larger, em Candelária; o Balneário de Mata, em Mata; o Balneário Nova Palma, em Nova Palma; o Balneário Passo do Umbu, em São Vicente do Sul; e o Balneário Rebelo, em Tapes. Todos os pontos estão localizados em águas interiores.

A Fepam monitora, ao todo, 79 pontos. Em parceria com a Corsan, o órgão executa as coletas e as análises.

O Projeto Balneabilidade 2017/2018 tem duração de 12 semanas.

Os resultados são disponibilizadas nas sextas-feiras, desde 15 de dezembro, por meio do aplicativo do projeto, disponível em balneabilidade.rs.gov.br. O último relatório da atual temporada será divulgado na próxima semana.

 

Categoria: Meio Ambiente
Tags: Fepam, Lagoa dos Patos, online, Praias de Tapes, Tapes

Enviar comentário

voltar para Notícias

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||