Gabinete de crise apresenta a deputados ações para deslocamento e abastecimento da população

Publicado por Bira Costa em 29/05/2018 às 16h47

Texto: Angela Bortolotto/ Ascom Casa Civil/Edição: Léa Aragón/ Secom/foto: Nabor Goulart

governo do rsO presidente da Assembleia Legislativa, Marlon Santos, e outros 17 deputados estiveram nesta terça-feira (29), no Departamento de Comando e Controle Integrado (DCCI), em Porto Alegre.

No local onde está instalado o Gabinete de Crise do governo do Estado para avaliar os efeitos da paralisação dos caminhoneiros no estado, os parlamentares acompanharam algumas das ações em andamento.

O coordenador do Gabinete de Crise, vice-governador José Paulo Cairoli, apresentou ações desenvolvidas desde a semana passada e explicou que, no momento, a prioridade é garantir à população condições de deslocamento e o consequente abastecimento.

“Com diálogo e respeito, estamos trabalhando com as forças de segurança para desobstruir vias e garantir que postos sejam abastecidos com segurança e que as atividades da população e dos setores econômicos possam retomar a normalidade”, avaliou Cairoli.

A reunião no DDCI é desdobramento de outro encontro que ocorreu na última sexta-feira (25), quando o vice-governador e o líder do governo Gabriel Souza, estiveram na Assembleia recebendo sugestões dos deputados. Na reunião desta terça, o  suporte da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros na escolta de caminhões foi elogiado, especialmente por ter diminuído transtornos à população.

O deputado Gabriel disse que o governo está atuando no que está ao seu alcance, como a isenção da cobrança de pedágio sobre os eixos que mantiverem suspensos em caso de veículos de cargas que circularem vazios. “Há uma convergência aqui, sobre a necessidade de mantermos a serenidade para ouvir e buscar alternativas”, disse ele. “Temos preocupação com ambas as partes, com os caminhoneiros e com os reflexos sobre a população”, avaliou Marlon.

Cairoli também descreveu aos deputados as estratégias adotadas no último final de semana com o estabelecimento de ações em quatro áreas prioritárias (saúde, agricultura, transporte, e segurança). No caso da saúde, houve atendimento a hemocentros e hospitais. Na agricultura, caminhões garantiram rações para animais, embora exista grande perda contabilizada no setor primário. 

Até o final da tarde da última segunda-feira (28), já estavam funcionando 72 postos com combustível em Porto Alegre, 14 na Região Metropolitana e 88 no interior. O chefe da Casa Militar, responsável pela  Defesa Civil, Alexandre Martins, também citou as ações integradas com distribuidores e revendedores de combustíveis para a gestão de mapeamento, buscando priorizar entregas em postos não contemplados até o momento.

Estiveram presentes representando o Executivo os secretários da Casa Civil, Cleber Benvegnú; da Segurança Pública, Cezar Schirmer; dos Transportes, Humberto Canuso; e da Saúde, Francisco Paz.

Pelo  Legislativo, participaram os deputados estaduais Marlon Santos, Gabriel  Souza, Fábio Branco, Álvaro Boessio, Ernani Polo, Vilmar Zanchin, Missionário Volnei, Nelsinho Metalúrgico, Bombeiro Bianchini, Juliano Roso, João Fischer, Ernani Polo, Any Ortiz, Zilá Breitenbach, Sérgio Turra, João Fischer, Ronaldo Santini, Gilmar Sossella, e Manuela D'Ávila.


 

 

Categoria: Geral
Tags: Governo do RS, Greve, online, Postos de Combustíveis, Tapes

Enviar comentário

voltar para Notícias

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||