Grupo pede o fim do estacionamento no Palcão Municipal e interrompe a presença de carros no local

Publicado por bira costa em 10/08/2018 às 12h23

Ao longo do dia e do sábado, eles pretendem colher assinaturas para reverter decisão que autoriza a presença de carros na área pública

Redação Online/fotos:

palcãoSob os efeitos de um frio de 9º graus, na manhã desta sexta-feira (10), jovens praticantes dos esportes e pessoas que defendem a manutenção do Palcão Municipal para uso, exclusivo, dos esportes, lazer e bem-estar comuns interromperam o acesso que os motoristas tinham com seus carros ao local, sob a autorização da Prefeitura de Tapes, adotado como área de estacionamento, recentemente.

O grupo, mesmo que reduzido fez valer a união de quem busca resgatar o local para ser devolvido à sociedade em forma de espaço público e, não, como estacionamento dos servidores públicos municipais e mesmo clientes da rede bancária ou de outras repartições ao redor, entre a Rua Coronel Pacheco com Avenida Getúlio Vargas, bem em frente ao prédio administrativo do governo atual.

A polêmica do estacionamento neste ponto começou quando a Administração Municipal criou um decreto de gabinete, autorizando o uso do Palcão Municipal para que os carros de funcionários públicos e demais repartições pudessem permanecer ali, por horas, o que indignou os desportistas que utilizavam a velha quadra para jogos de tribol, salão, basquete, sem falar em algumas escolas que com seus professores desenvolviam ginásticas e brincadeiras culturais naquele espaço.

palcão

Nos últimos dias, um grupo de atletas de basquete uniram forças e dividiram despesas, assim, pintaram a marcação de áreas, arrumaram as cestas, etc. todavia, com a presença dos carros, a pintura começou a se apagar, como contou um atleta, Claiton, ao Online Comunicações, neste dia.

Já o atleta Sperotto relatou que a adoção da área para o estacionamento foi uma forma “arbitrária” do governo de usar um espaço público.

O grupo que reivindica o fim do estacionamento não tem um líder, e, sim, uma causa, como destacam. Nas redes sociais de um jovem atleta, ao longo da semana a polêmica esquentou os ânimos e cobrou duramente do gestor público medidas urgentes, pois no local, inclusive, há o abrigo de três sem-tetos, sem falar na constante presença, à noite, de drogados e prostituição.

As condições do Palcão são degradantes e ferem o bom senso, colocou os integrantes da ação desta manhã.

palcãoPara o jornalista, Tiago Fernandes, o atual cenário do Palcão representa uma vergonha a toda a sociedade.

“Infelizmente, o espaço está lamentável. Por aqui, já teve tanta história, esportes, localizado no centro e, em frente da prefeitura esteja nestas condições.

Há muitos outros locais para o estacionamento,, ao redor do centro. É impressionante que esteja neste estado”, citou o profissional.

Na página oficial do Portal Online Comunicação e Jornalismo, internautas disparam a surpresa quanto à condição da quadra de esportes.

Para a médica veterinária, Ana Letícia Bastiani, a interrupção do local para o estacionamento neste dia, serve de uma forma clara para sensibilizar a sociedade se unir nesta pauta.

“Precisamos usar o Palcão Municipal como deve ser e, não como estacionamento, e, não para uma minoria de pessoas. palcão

Somos a favor da revitalização, precisa ser devolvido para a comunidade, para ter shows, eventos”, convocando o público para assinar o abaixo assinado.

Por fim, Caroline Tejada destacou que a pratica dos esportes reduz a violência e a volta deste espaço para a comunidade terá outros resultados.

“Tem que voltar pra gente este espaço e ser melhor utilizado como esporte, será bem melhor, e, não para o estacionamento, pois tudo é pertinho aqui. Não tem necessidade. Apoio e acho legal”, declarou a empresária.

O prefeito, Silvio Rafaeli, ao final da manhã compareceu ao local e conversou com o grupo, reiterando suas ideias de que o Palcão Municipal ainda pode ser dividido entre o esporte e o estacionamento.

Entretanto, conforme Ana Letícia Bastiani, a mobilização que surtiu efeitos importantes nas redes sociais poderá fazer com que o governante, volte atrás na sua postura e reveja os rumos.

O vereador, Marcus Vigolo (PP), confirmou que irá cobrar medidas do prefeito a fim de ver alguma ação mais efetiva tanto no aspecto social, com os sem-tetos quanto com relação a reforma do local, na próxima Sessão Legislativa.

A reportagem do Online, de modo, extraoficial, obteve do banco ao lado do Palcão que, não faz uso do local para o seu estacionamento, pois considera o local de uso público.

Categoria: Comunidade
Tags: Abaixo assinado, online, Palcão Municipal, Prefeitura de Tapes, Tapes

Enviar comentário

voltar para Notícias

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||