Jovens fazem por conta própria a recuperação do Palcão Municipal e via abaixo assinado pedem o fim do estacionamento

Publicado por bira costa em 08/08/2018 às 21h44

Documento pedindo o fim do estacionamento deve ser entregue nas mãos do prefeito para que recupere a área de esportes, no centro

Redação Online/fotos: Jordano Conter e Nícolas Vencato Silveira/colaboração

palcãoDepois que jovens desportistas promoveram uma emocionante e solidária ação visando recuperar o espaço destinado ao esporte, no antigo Palcão Municipal, que fica em frente ao prédio da Prefeitura de Tapes, na Rua Coronel Pacheco com Avenida Getúlio Vargas, hoje, ocupado como mero estacionamento público para servidores da prefeitura e para comodidade de clientes de um banco privado, a comunidade, nas redes sociais, motivada a mudar este cenário, lançou um abaixo assinado para que a sociedade ajude a reverter o problema e devolver o local ao esporte e bem-estar comuns.

No documento, a população é convidada a participar e por intermédio dessa fazer com que ações destinadas ao esporte e lazer sejam prioridade, desde então.

Atualmente, o Palcão Municipal tem servido a drogadição, abrigo de pessoas sem-teto, até mesmo à prostituição; sem falar do último ato, protagonizado pelo Poder Público de Tapes, que criou uma legislação de gabinete autorizando o uso do espaço para estacionamento comum.abaixo assinado

Como tudo começou nas redes sociais

Tudo começou quando jovens que praticam o basquete pintaram, no dia (4) de agosto, linhas brancas determinando espaços para a competição. Numa rede social, o jovem Jordano Conter citou a iniciativa, elogiada por dezenas de pessoas.

A publicação que já tem mais de 40 comentários, inclusive, do prefeito local, Silvio Rafaeli, rebatendo alguns aspectos dos internautas, ganhou a notoriedade e, por força desse abaixo assinado reascendeu às esperanças de reencontrar reativado um espaço que, no passado, foi um dos poucos para os esportes de muitas pessoas.

“(...) muitas vezes o único dia que algumas pessoas podem descansar, nós viemos arrumar o Palcão de Tapes, uma área de "lazer" que virou estacionamento. Viemos pintar as linhas da quadra de basquete que estavam quase apagadas porque os carros passam por cima durante a semana.palcão

Um pessoal gente boa fazendo trabalho que era para ser de outras pessoas, com o próprio esforço e o próprio material.

Muitas vezes já pedimos para darem um jeito nesse lugar, mas não foi feito, então estamos fazendo nós mesmos.

Uma área pública onde todos possam aproveitar, isso é o que queremos. Próximo passo é arrumar a iluminação de lá”, mencionou o jovem.

Ironia e trabalho jogado fora

Poucos dias após os jovens desportistas terem despendido dinheiro, tempo e disposição pintando o espaço público para jogar basquete, foram flagrados, no meio de semana, mais uma vez, muitos carros parados em cima das linhas brancas pintadas para os jogos.

Na mesma rede social de Jordano Conter, o praticante de basquete, Nicolas Vencato Silveira, repudiou a ação dos motoristas:

“Agradecer aos proprietários desses veículos que estacionaram bem em cima de onde pintamos. palcão

Queria saber da Prefeitura Municipal e do Sr. prefeito Silvio Rafaeli se tem alguma disposição legal que regulamente este local como estacionamento. Não recordo, mas o vereador, Eduardo Pecker Simchen questionou algo desse "estacionamento".

Se, me apresentarem esta lei onde regulamenta o "PALCÃO MUNICIPAL" como estacionamento, junto o mesmo pessoal que juntou verba própria e construiu a tabela e toda a sua estrutura metálica e a retiramos do local possibilitando a Administração Pública de melhor gerir seu estacionamento”, desabafou Nícolas.

As alegações do governo

palcãoPor parte do governo local, os motivos alegados e justificados pelo gestor eram de que, na época da formulação de um Decreto Municipal, em face de obras no sistema de encanamento da Corsan, que passou em frente do prédio da prefeitura, o Palcão seria usado para o estacionamento de carros de funcionários públicos e de clientes do banco, ao lado.

Na rede social, o gestor de Tapes entrou nos comentários e rebateu às críticas. “Primeiro, a prática de esportes na nossa "pracinha" se dava pela ausência de quadra adequada. Jogávamos no pedregulho ou no cimento. palcão

Hoje, todas as escolas têm a sua quadra. Temos hoje, dois ginásios adequados para o bom esporte. Usamos a quadra que é da prefeitura, para liberar mais estacionamento para quem precisa acessar a prefeitura, ou o sistema bancário do município.

O estacionamento é usado dentro do horário bancário. Depois, fica livre para a prática de esporte.

Com no máximo 5 a 8 meninos, nunca vi mais gente ali. Vou providenciar a iluminação noturna. Acredito no esporte. Pois afasta o uso de drogas e álcool.

palcãoPortanto, somos parceiros, e não inimigos. Não chegou a mim, pedido de tintas ou algo parecido”, relatou.

O temporário virou permanente

Acontece que, a medida temporária, virou permanente e, ainda hoje o Palcão tira os espaços dos atletas, assim com, não é mais utilizado para o bem-estar comum.

Ainda em sua justificativa, o gestor considerou que, em função de não ser utilizado o dia inteiro, a quadra de esportes poderia compatibilizar as duas coisas: jogos e estacionamento.

palcão

O prefeito defende a medida, e, confirma ter nascido de “ato administrativo”, todavia, unilateral.

CONFIRA PARCIAL DAS CONVERSAS:

 

 

Categoria: Geral
Tags: online, Palcão Municipal, Prefeitura de Tapes, Quadra de Esportes, Tapes

Enviar comentário

voltar para Notícias

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||