Lagoa dos Patos fica esverdeada e pode ser um perigo à saúde de banhistas

Publicado por bira costa em 26/02/2017 às 21h34

Fenômeno é recorrente e fruto de baixo volume de chuvas, agrotóxicos e altas temperaturas

Redação Online/Fotos: Bira Costa e Ana Paula/colaboração

lagoa dos patosPela primeira vez no ano, as águas da Lagoa dos Patos ficaram esverdeadas.

O fenômeno,. Não é novo, mas pegou diversos banhistas de surpresa, sobretudo, frustrando o banho neste último domingo ensolarado de fevereiro.

Ainda em 2015, este fenômeno causou preocupação de autoridades e populares, no município.

Na época, a Prefeitura de Tapes através da Secretaria de Meio Ambiente publicou uma nota orientando a população para que evitasse o contato com a água da Lagoa dos Patos, pois a coloração verde que a água apresentava nos últimos dias devia-a se a presença de algas potencialmente tóxicas.

Neste domingo (26), tanto em Tapes quanto na praia de Arambaré o problema foi semelhante.

As algas que se proliferam nesta época, podem ser tóxicas e causar mal-estar as pessoas, que usam a laguna.

Alguns evitaram o banho de lagoa, entretanto, outros não resistiram o forte calor e sonegaram os riscos, especialmente, as crianças e saíram da água com o corpo, literalmente, verde.

Saiba mais sobre este fenômeno na lagoa:

O contato com a alga pode causar diarréia, vômitos, fraqueza e palidez.

Assim dizia a nota, sem esclarecer os motivos deste fenômeno e os agentes causadores.

Nos últimos meses é a segunda vez que as águas da lagoa amanhecem esverdeadas.

Segundo os especialistas a ocorrência massiva de algas que causam gosto, cheiro e cor diferentes na água são chamados de floração.

Os reais motivos: as possíveis intoxicaçõeslagoa dos patos

O fenômeno é comum em períodos de verão e condições como estiagem, temperaturas elevadas, alta incidência solar além da disponibilidade de alimento (fósforo e nitrogênio).

O Departamento de Oceanografia da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), não descarta a incidência de cianobactérias no local.Lagoa dos Patos

Os organismos costumam surgir em ambientes de água doce, e podem produzir toxinas capazes de levar a intoxicações agudas ou crônicas.

As cianobactérias são microrganismos aeróbicos geralmente encontrados em ambientes aquáticos, que podem apresentar, em algumas circunstâncias, um crescimento exagerado denominado floração.

Essa floração é causada, principalmente, pela poluição dos ambientes aquáticos, em decorrência do escoamento de esgotos domésticos e industriais, bem como de fertilizantes, entre outros.

Arambaré As consequências dessas florações podem afetar tanto o meio ambiente quanto o homem, uma vez que alteram o equilíbrio dos ecossistemas aquáticos; alteram a cor, odor e gosto da água; afetam a potabilidade da água; e podem expor diversos mamíferos, aves, peixes e, inclusive, o homem às cianotoxinas liberadas pelas cianobactérias: hepatotoxinas, neurotoxinas e dermatotoxinas – cuja toxidade pode levar à morte.

ACESSE ESTA MATÉRIA E VEJA SOBRE O FENÔMENO OCORRIDO EM 2015 EM TAPES:

http://www.onlinecomunicacoes.com.br/tapes/quais-as-razoes-para-as-aguas-da-lagoa-estarem-esverdeadas.html

 

Categoria: Meio Ambiente
Tags: Algas, Lagoa dos Patos, Meio Ambiente, online, Tapes

Comentários

alexandre em 26/02/2017 22:38:54
o fenômeno pelo que eu conheço e chamado de limo

Enviar comentário

voltar para Notícias

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||