Matança de cães no Bairro Wolf de Tapes será investigado pela Polícia Civil

Publicado por bira costa em 14/11/2017 às 09h59

Nos últimos dias cerca de 20 animais apareceram mortos ou tiveram de ser sacrificados devido à eventual doença ou envenenamento

Redação Online/foto: divulgação internauta

cães mortos tapes

Nos últimos dias na Comunidade do Bairro Wolf cerca de 20 cães apareceram mortos ou tiveram de ser sacrificados por uma misteriosa situação, provavelmente, envolvendo um suposto envenenamento destes animais.

De acordo com a denúncia enviada por morador ao Portal Online Comunicação e Jornalismo, os cães, repentinamente, surgiram se debatendo, na Rua Getúlio Teixeira de Carvalho, a principal da comunidade, vindo ao óbito subitamente.

Os moradores, todos, em pânico, estão apreensivos com o que possa ter levado a essa agressão aos animais.

No Brasil, maltratar animais de qualquer espécie é considerado crime ambiental*, segundo prevê o art. 32 da Lei nº 9.605, de1998, com pena de detenção de três meses a um ano e multa.

De acordo com os moradores que encaminharam a reclamação ao Online, os animais sangravam pelo fucinho, se debatiam constantemente até vir a óbito.

Felizmente, ninguém teria sido mordido, até então. Alguns desses animais têm donos e morreram dentro de casa, cita um morador.

O Portal Online procurou duas médicas veterinárias a fim de saber se já teriam sido procuradas para atender algum animal adoentado a esse respeito, mas não se confirmou, entretanto, lamentaram o ocorrido, solicitando providencias junto aos órgãos responsáveis.

Polícia Civil deve investigar o crime

O canal também acionou o Departamento do Meio Ambiente da Prefeitura de Tapes, que, através da sua responsável, Veridiana Rodel informou ter ciência do fato, todavia, não ter sido procurada, até a manhã desta terça-feira (14), para atuar nesse caso.

Ela espera que seja nominado algum suspeito por este suposto crime, a fim de ser feita uma investigação apurada.

Na prefeitura de Tapes não há um setor específico que cuide dos animais de rua. O que é efetuado em casos assim é o registro do fato e o mesmo encaminhado do Ministério Público (M.P), de onde o suposto agente criminoso irá responder pela ação.

Ao final, procuramos a Polícia Civil de Tapes, na pessoa da delegada, Fabiane Bittencourt que, prometeu investigar o caso, enviando agentes da polícia no local. a delegada afirmou que vai procurar identificar a causa desta matança de cães no bairro Wolf, para que o mesmo ato não aconteça novamente.

“Vamos começar uma investigação. Isso é um absurdo”, anunciou a policial, após olhar fotos enviadas por moradores ao Online.

SAIBA O QUÊ FAZER EM CASO E VIOLÊNCIA CONTRA OS ANIMAIS:

Fonte: http://www.caoviver.com.br/maltratar-animais-crime-ambiental*cães mortos tapes

Além da violência física, são considerados maus tratos contra os animais: o abandono em via pública; mantê-lo permanentemente acorrentado; não abrigar do sol e da chuva; mantê-lo em local pequeno, não higiênico e/ou sem ventilação adequada; não alimentar diariamente; negar assistência ao ferido; obrigar o animal a trabalho excessivo, etc.

Se você presenciar algum ato de violência contra algum bichinho, faça o seguinte:

     1 - chame alguém para ser testemunha do ocorrido ou registro o que aconteceu (por meio de fotos ou filmagens);

     2 - anote o maior número de dados para instrução do processo (data, local do fato, como aconteceu, quem estava envolvido, etc);

     3 - entre em contato imediatamente com a polícia para lavrar um boletim de ocorrência ou para pegar o agressor em flagrante (é interessante dizer à polícia que se trata de um crime ambiental, condenado pela art. 32 da Lei nº 9.605, para que a polícia tenha ciência de que está tratando com uma pessoa bem informada sobre os direitos dos animais);

   4 - na delegacia deve ser lavrado um Termo Circunstanciado para abertura do inquérito policial que irá processar o crime (mantenha sempre a calma ao lidar com a polícia e relate todo o ocorrido, com a maior riqueza de detalhes possível);

     5 – se você não for tratado adequadamente pela polícia, ou se eles não seguirem o dever legal deles, entre em contato com a Corregedoria de Polícia e relate o que ocorreu, citando o nome dos policiais envolvidos.

Uma observação final é que se deve ter certeza de que há uma agressão, não basta apenas desconfiar de que alguém está judiando de um bichinho, uma vez que denunciar falso crime também tem implicações.

 

 

Categoria: Geral
Tags: Animais e cães, crime ambiental, online, Polícia Civil, Tapes

Comentários

Patrícia em 16/11/2017 16:22:58
Queria informar aqui que segundo as pessoas que perderam seu bichinho estão falando e a prefeitura que estão matando cruelmente esses animais para poupar dinheiro aonde não querem gastar com limpeza de pátios devidos os cartórios espero que isto seja mentira porq não são nada de apoio aos animais abandonados ainda vao lá e fazem essa monstruosidade ..e também ficaram de começar a matança em outras vilas ..isso tem que ser esclarecido porq nunca aconteceu isso na cidade é muito estranho ..não acham ? Pois está aqui meu desabafo e espero que a polícia cumpra seu papel
Veneza em 15/11/2017 02:29:17
Boa noite! Aqui na rua Mauá tbm ocorre muitos atropelamentos de animais, pois infelizmente, os carros fazem desta rua pista de corrida, então acabam matando os animais. A duas semanas mataram o cachorrinho da minha vizinha e a dois dias mataram meu gatinho... É lamentável

Enviar comentário

voltar para Notícias

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||