Obras do Salgado Filho podem gerar oito mil empregos diretos e indiretos até 2021

Publicado por bira costa em 27/03/2018 às 17h21

Texto: Ângela Bortolotto/Ascom Sdect/Edição: Sílvia Lago/Secom/foto: arquivo

aeroportoA geração de até oito mil empregos diretos e indiretos em diferentes frentes de trabalho deve ser um dos resultados das obras de ampliação do Aeroporto Internacional Salgado Filho, segundo estimativas do Consórcio HTB, Tedesco e Barbosa Mello, contratado pela Fraport.

A informação foi repassada durante a primeira Rodada de Negócios, realizada nesta terça-feira (27), na Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs).

A atividade reuniu a empresa alemã que administra o aeroporto e empresas gaúchas que podem fornecer insumos e serviços para cumprir as exigências decorrentes da concessão do aeroporto.

“Queremos crescer junto com Porto Alegre e com o Rio Grande do Sul”, disse o gerente de Assuntos Corporativos da Fraport, Andreas Montag, ao apresentar as etapas de trabalho.

“Temos o desafio de realizar os investimentos necessários para ampliar os níveis de serviço e de tráfego no aeroporto", esclareceu.

A Rodada de Negócios é uma iniciativa do governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdcet), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Fiergs, a RS Óleo, Gás & Energia, o Sindicato das Indústrias de Construção Civil (Sinduscon RS), a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee RS), a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e a Fraport, que foi representada pela CEO da Fraport Brasil-Porto Alegre, Andreea Pal.

São 52 meses para a ampliação da pista, aumento do terminal (duplicando a capacidade atual), novas áreas de segurança, obras de drenagem do terreno e novo edifício-garagem.

O investimento deve chegar a R$ 1,5 bilhão. Entre as ações que mais demandarão prestadores de serviço estão as estruturas em concreto e a terraplenagem, além dos serviços necessários a um aeroporto do porte que terá o Salgado Filho após a expansão.

Foram selecionadas 91 empresas para a Rodada de Negócios. Elas apresentaram experiências e áreas de atuação. “Essa é uma oportunidade para conhecer os fornecedores gaúchos de insumos e serviços”, explicou Adreea Pal.

“Além de novas possibilidades de voos, as obras permitirão um novo nível em relação ao transporte de cargas, impulsionando o desenvolvimento local”, disse o secretário adjunto da Sdect, Evandro Fontana.

Ele destacou, ainda, que o governo do Estado atua de forma próxima à Fraport desde sua chegada ao RS, buscando auxiliar em trâmites necessários aos trabalhos. Também disse que a Rodada de Negócios é uma das ações do Programa Desenvolve RS, que atua no sentido de valorizar as empresas locais.

 

Categoria: Geral
Tags: Aeroporto Salgado Filho, Empregos, Governo do Estado, online, Tapes

Enviar comentário

voltar para Notícias

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||