Tapense irá navegar solitário de caiaque na Expedição Minuano rumo a Lagoa Mirim

Redação Online/fotos: Micael Dias/divulgação

micaelO aventureiro e caiaqueiro, Micael Dias, partiu no último dia (7) de janeiro, segunda-feira, em seu caiaque modelo turismo, rumo à Lagoa Mirim, na batizada Expedição Minuano, visando ousar chegar num dos pontos mais desafiadores para os remadores.

O percurso por água deve superar os 700km. Micael vem planejando esta grande aventura há meses. Não é a sua primeira ação desbravadora das águas.

Ele, mais outros amigos, Rolo Berger, João Carlos (Cigano), já circundaram toda a magnífica extensão da Lagoa dos Patos, há três anos atrás, além de outros feitos menores, todos vencidos na força do braço.

Em função dos ventos fortes na laguna, a partida prevista para o dia (4) foi adiada.

Novamente, como é de praxe, os ventos obstruíram o avanço do canoísta que, desde ontem (8), terça-feira, se encontra em descanso e no aguardo das melhores condições da Lagoa, em Arambaré, no Quartel dos Bombeiros Civis, para prosseguir viagem.

O trajeto

micaelA Expedição Minuano dará início em Tapes, até Pelotas remando pela Lagoa dos Patos visitando as cidades de Arambaré, São Lourenço do Sul e a Praia do Laranjal, em Pelotas.

A seguir, a expedição seguirá pelo Canal São Gonçalo até atingir a Lagoa Mirim.

Na Lagoa Mirim será realizada circunavegação, visitando o Farol da Ponta Alegre, Jaguarão, Rio Branco, Lago Merin, Fuerte de San Miguel, 18 de Júlio, Santa Vitória do Palmar, Reserva do Taim, Praia da Capilha.

Após terá o retorno da expedição pelo Canal São Gonçalo até a Praia do Laranjal em Pelotas na Lagoa dos Patos.

E retorno da Praia do Laranjal até a cidade de Tapes pela Lagoa dos Patos, revisitando toda a orla da Costa Doce.

Não há previsão para a conclusão desta grande expedição, mas, o Portal Online Comunicações que patrocina o aventureiro irá relatar os avanços.

Porque o nome Minuano:

“O vento minuano é um vento que vem do Uruguai na região da Lagoa Mirim e fronteira.

No Brasil este vento só existe no Rio Grande do Sul; é o vento mais gelado do sul e forte, cuja característica do vento minuano é o seu uivo, vento característico do inverno no sul do Brasil.”

Tags: Expedição Minuano, Lagoa dos Patos, Micael Dias, online, Tapes

Enviar comentário

voltar para Tapes

left normalcase show fsN tsN fwR|left tsN fwB b03s bsd|left fwR show tsN center|c05||image-wrap|login news b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase tsN c05 sbss|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c05 sbss|signup|content-inner||